terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A cultura está se afogando em Goiás

Todo ano nessa época é a mesma história, por causa das chuvas rios transbordam, pontes são levadas, em cidades serranas ocontecem deslizamentos de terra, muitas muitas pessoas morrem soterradas. É sempre assim. Acredito que há muito a natureza vem provando que o mal que a aflige, é a ação destruidora do Homem.
Em tempos onde só se fala em Rio de Janeiro e a catástrofe climática que matou centenas, aqui bem perto de Goiânia também vem acontecendo um desastre, guardada suas devidas proporções claro, onde não houve mortes.
Na cidade de Goiás Velho o Rio Vermelho mais uma vez transbordou e inundou a cidade. Desta vez casa de Cora Coralina não foi atinginda, diferente de outra enchente ocorrida em 2001, onde a ponte foi levada,  e a casa foi inundada. A cidade foi tombada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO,  porém o que vemos é um certo descaso do governo. Em uma tentativa de provar que esse  tempo de governo da Dilma será diferente a Ministra da Cultura Ana de Hollanda visitou Goiás e liberou verba de R$ 500 mil para obras emergenciais e que será discutido ainda a liberação de mais dinheiro para obras a médio e longo prazo.Agora caberá às autoridades competentes fazer bom uso do repasse e a nós cidadão acompanhar e cobrar.
Fato é que a estátua de Cora Coralina na janela ao invés de contemplar a calmaria do Rio quase está tendo que tapar o nariz para não se afogar nas suas águas. Toda ano é a mesma coisa.





Estátua de Cora na Janela e o Rio Vermelho na última enchente/jan de 11.


Fontes: Imagens google.
Correio Braziliense(http://www.correiobraziliense.com.br/) e Goiás Velho.Net (http://www.goiasvelho.net/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário