quarta-feira, 23 de março de 2011

De mãe de médico e de louco....

....Todo mundo tem um pouco.
De mãe, quem nunca parou para ajudar uma criança perdida, chutou uma bola que vinha na sua direção na rua, onde tinha um grupo de crianças jogando e quem nunca sorriu para um bebê? Ainda não conheço uma mulher que não tenha nascido para ser mãe, conheço aquelas que não querem ser mães, mas isso não significa que o amor materno não esteja no íntimo de seu coração e o corpo não esteja preparado para isso, talvez o espirito é quem não está preparado.
De médico, toda mãe tem muito de médico, sabe exatamente o que seu filho sente sem nem mesmo ser necessário que ele diga. E a cada ida ao pediatra ela volta especialista naquele quadro, e qualquer outra criança próxima que apresente algum síntoma que seu filho já teve, logo ela dá uma receita de um remédinho mágico que seu pequeno tomou e que ele ( a criança) pode tomar que vai passar. Sem falar que quando mães aprendemos a identificar os medicamentos pelo composto principal e não mais pelo nome fantasia. É paracetamol e não mais Tylenol, é Ibuprofeno e não mais Allivium e é ácido ascórbico e não mais Vitamina C, sulfametoxazol + trimetoprima o conhecido Bactrim para infecção de urina. Sim impossível decorar?? Claro que não são nomes rotineiros, às mães de plantão.
E de louco? Ahhh indiscútivel, TODOS temos um pouco, é aquele que sai falando sozinho na rua, que canta no chuveiro ou aumenta o volume do rádio no carro e canta pra todo mundo ouvir. Quando se tem crianças o pai que anda de patins sem nem mesmo conseguir parar em pé sobre ele, é louco e a mãe que carrega a boneca da filha nos braços como se fosse um bebê de verdade, a ponto de outras pessoas perguntarem o nome do bebê também não é muito certa não. Ainda tem aqueles pais que saem com os filhos e fazem a maior farra na rua, sem nem se preocupar se as pessoas vão achar que são loucos, que roda as crianças no braço que canta uma música infantil na maior altura e que ainda embarca na fantasia dos filhos, são todos loucos.
Loucos de amor, loucos de felicidade, loucos pelos filhos.
Sou mãe, "médica" e louca loucaaaa.
Os loucos são mais felizes!!!!
By: Tallita

Um comentário:

  1. Tallita, quem nao tiver uma pitada dos tres, nao é mulher kkkkk, eu já sou mãe, mas faço ainda todas essas coisas que vc falou, nao sou médica, mas putz, sou neta e sobrinha de médico e esposa de dentista, entao já viu né, metiiiidaaaa a sabe tudoooo!! E louca, bem, prefiro nem comentar, totalmente louca no bom sentido, a louca do bem rssss, beijocassss

    ResponderExcluir